12 de dezembro de 2011

As alcunhas dos craques do Barcelona

Os adeptos do Barcelona ficaram a saber algumas das alcunhas dos jogadores do plantel catalão. O programa “Fora de Joc”, da ONA FM, revelou alguns deles e explicou ainda que Piqué e Cesc formam a dupla que mais alcunhas cria para o grupo de trabalho.


Pedro Rodriguez - O extremo blaugrana, que tem um considerável sotaque das Canárias, começou por ser conhecido por “Sepia”, devido à forma característica como pronuncia a letra “S”. Actualmente chamam-lhe “Fininho”, ou "Pedrito".


Xavi Hernandez - Desde as categorías inferiores do Barcelona que o talentoso médio espanhol é conhecido por “Peludo”, devido ao seu cabelo crespo. Quando a alcunha começou a pegar, o craque decidu preocupar-se com o cabelo e agora o gel que usa não deixa que os companheiros brinquem com o seu aspecto.


Victor Valdés - Aproveitando o facto de erguer os dois dedos ao céu no relvado, formando as iniciais VV, os colegas decidiram apelidar o guarda-redes de “Duplo”. Isto apesar de existir uma outra, que não agrada tanto ao jogador – "Potro". Tudo porque certo dia o craque decidiu entrar em competição com Thiago Motta sobre quem seria o mais dotado e… perdeu. Um ficou o “Cavalo” e outro “Potro”.


Andres Iniesta - “Don Andrés” é uma alcunha que agrada a qualquer um. Contudo, desde que no programa Crackovia, da TV3, brincaram com a sua estatura e forma de estar em campo, passou a ser "Gusiluz". E não gosta…


Lionel Messi - Apesar de "La Pulga" e "La Pulguita" serem alcunhas que ultrapassaram todas as barreiras, no balneário azulgrana o nome de Messi é mesmo… "Anão". E não são necessárias mais explicações...


Eric Abidal - O lateral francés é conhecido como “Abu”, em alusão ao companheiro de Aladin, popular figura da Disney, que é sempre acompanhado por um pequeno símio nas suas mil e uma aventuras.


Cesc Fàbregas- Desde que chegou ao Barça que o médio tem um penteado característico e recusou todos os pedidos para o cortar. Depois de nos últimos meses ter um cabelo mais longo do que o habitual, o número 4 passou a ser conhecido como "Perucas".


Carles Puyol - O cabelo do capitão blaugrana não deixa margem para dúvidas e por isso ganhou a alcunha de "Tarzán". Pelo cabelo, mas também pela forma pacata com que vive o dia-a-dia.


Gerard Piqué - Desde que o namoro com a cantora colombiana Shakira arrancou que a alcunha de "Piquetón" ficou para durar. Uma publicação revelou fotos em que que o central estava “entusiasmado” por estar perto da namorada e chamou-lhe "Piquetón". Agora até há brincadeira no balenário – "Não vás tomar banho porque está lá o Piquetón..."


Dani Alves - É o "Tubarão" do balneário. Tudo porque o brasileiro realizou uma operação para juntar as orelhas à cabeça e os colegas foram implacáveis - "Agora pareces um tubarão...".
Oier Olazábal - Este jovem guarda-redes é o “Pássaro”. O seu cabelo extravagante e o seu proeminente nariz granjearam-lhe o epíteto, numa alusão ao popular personagem “Poupas”, da Rua Sésamo.


Ruben Miño – Um dos jovens guarda-redes que já está habituado a treinar com o plantel principal. Num desses aprontos ficou com a alcunha de “Rato”, uma vez que se esquiva a todas as apostas que envolvam dinheiro.


Jonathan Dos Santos - O médio mexicano não gosta nada da alcunha que tem no Barcelona. Mas como normalmente tem tendência para ganhar uns quilos nas férias, ficou conhecido como “El Gordito”.
Marc Bartra - É da equipa B, mas também tem direito a alcunha. E bem reveladora. O jovem defesa é apelidado de “Menina”, uma vez que é muito delicado no terreno de jogo.